MACHO DISCRETO

“Macho Discreto” surgiu a partir de uma experiência pessoal de anos de observação e vivência no mundo LGBT e do machismo dentro e fora desse mundo. A música é um grito de liberdade depois de passar por tantos abusos, exclusões e violência (físicas e verbais), mas também uma tomada de consciência e construção de identidade que resistiu e sobreviveu a isso – sem vitimismo.

— O conceito de macho discreto é uma hipérbole de machismo, uma construção estética e social que não existe, uma ficção para proteger supostamente a si mesmo da própria identidade para disfarçar na sociedade heteronormativa. Dessa observação e vivências diretas desse fenômeno em banheiros, aplicativos de encontro e nas ruas surgiu a música, que é um verdadeiro tratado antropológico. Por isso a crueza dela, tanto na forma quanto no conteúdo. Não se trata só de uma análise cínica e crua da realidade como costumo fazer, mas também de uma crítica e de um convite a se libertar disso tudo.